Tratamento de Leucemia com Cordão Umbilical e Placenta

Poucos sabem, mas desde 2004 o Ministério da Saúde mantém uma rede pública de bancos de armazenamento de sangue do cordão umbilical e placentário, chamado BrasilCord.  Para atender pacientes que necessitam de células-tronco e que aguardam transplante de medula óssea.

O sangue do cordão umbilical e placentário é uma fonte alternativa para tratamento de doenças do sangue. E assim como o procedimento para doação de medula óssea, a coleta de sangue do cordão umbilical também é bastante simples.

São potenciais doadoras, mães com menos de 36 anos de idade, cujo bebê venha a nascer com idade gestacional maior de 35 semanas e peso superior a 2 Kg. Demais exigências são bastante similares ao processo de doação de sangue.

Geralmente, o número de células-tronco contidas em cordão e na placenta é suficiente para transplantar crianças e adultos com até 50 Kg. Havendo mais de um compatível, e número de células suficientes é possível realizar transplantes em adultos acima deste peso.

O processo de armazenamento de células-tronco se faz em nitrogênio líquido, quando processadas corretamente, as células progenitoras podem ficar preservadas por décadas.

O BrasilCord foi criado para ser um banco público, sendo assim todo paciente que precisar, se houver compatibilidade, poderá usar o material doado. A probabilidade de uma pessoa precisa das próprias células durante seus primeiros 20 anos – período em que se admite que as células congeladas se mantenham viáveis – é de apenas 1 em 20 mil, pois uma de suas principais utilizações é no tratamento da leucemia.

Nesses casos, o transplante de sangue de cordão do próprio indivíduo é contra-indicado, já que o transplante alogênico (de terceiros) apresenta melhores resultados. Outra limitação é a quantidade de células obtidas de um único cordão pode servir para o tratamento de pacientes com até 50kg. Por meio dos bancos públicos, é possível combinar cordões geneticamente compatíveis e tratar pacientes de maior peso.

No exterior existem mais de cem bancos, com mais de 130 mil unidades de cordão congeladas.

Ao doar o sangue do cordão umbilical, você ajuda a salvar a vida das pessoas que ano a ano precisam de um transplante de medula e não encontram doador compatível.

Fonte e maiores informações visitem o site www.abrale.org.br

Anúncios
Esse post foi publicado em Doe vida. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s